Home Mail Cadastre-se Contato
Por que a figueira foi amaldiçoada?
20 / 09 / 2008

“Ora, de manhã, ao voltar à cidade, teve fome; e, avistando uma figueira à beira do caminho, dela se aproximou, e não achou nela senão folhas somente; e disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti. E a figueira secou imediatamente. Quando os discípulos viram isso, perguntaram admirados: Como é que imediatamente secou a figueira?” (Mt 21.18-20)

O caso da figueira amaldiçoada por Jesus foi pouco antes da Paixão. Note que Jesus não podia amaldiçoar a figueira por não ter fruto fora do tempo da sua frutificação. Nem a figueira teria culpa por não ter figos. Cristo, então, não puniu nenhuma falta numa árvore que, não tendo livre arbítrio, não poderia ter culpa alguma.

Jesus quis apenas ensinar a seus Apóstolos que Ele tinha poder de exterminar seus inimigos, se o quisesse.

Estava Jesus nos últimos dias antes de sua Paixão terrível, e Ele queria deixar claro aos seus discípulos que Ele tinha poder infinito, e que só morreria porque aceitava morrer por nós e por nossos pecados.

Em segundo lugar, os Pais da Igreja interpretaram a figueira estéril como um símbolo do judaísmo. Cristo procurou fruto nela -- na Sinagoga -- e não o encontrou. Daí ele amaldiçoou-a.

Por último, Nosso Senhor não fez mal à figueira. Ele é o Senhor de tudo. Ele deu vida às plantas, animais e homens, como certa finalidade, e pode nos tirar a vida quando Ele quiser. As plantas existem para servir os animais e aos homens. Elas nos servem de alimento, e, quando as comemos as destruímos, e ninguém pensa que está fazendo mal a um pé de alface que é arrancado do chão, para ser comido.

Toda figueira existe para produzir figos, para nos dar sombra, para embelezar o mundo. A figueira que Cristo fez secar foi usado por Ele para nos ensinar.

Essa figueira foi usada para um fim bem mais elevado do que dar figos para serem mastigados e digeridos. Cristo a utilizou pra nos ensinar como Ele poderia ter exterminado seus inimigos fariseus se assim desejasse. Mostrou também que Israel era uma Nação sem frutos de arrependimento. Deste modo aprendemos muito com essa lição imprescindível!

 
Fonte Ministério CACP
 
  
 
 
Voltar