Home Mail Cadastre-se Contato
Lançada pós-graduação em Exegese Bíblica
13 / 01 / 2009

O Centro Universitário Uniabeu, com sede em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, lançou o curso de pós-graduação latu-sensu em Exegese Bíblica, com reconhecimento do Ministério da Educação e Cultura, e matrículas já para o 1º semestre deste ano.

Com uma estrutura pública de ensino, o curso será quinzenal, funcionará aos sábados e admitirá alunos graduados em outros cursos e de qualquer credo religioso, inclusive ateus e agnósticos.

Os formados em curso não-reconhecido podem fazer a convalidação em outra instituição de ensino. Também há a possibilidade de se matricularem como alunos especiais, recebendo apenas certificados de cursos de extensão das disciplinas cursadas. Além disso, não é exigido o domínio de grego e hebraico, sendo inclusive oferecidas estas disciplinas para iniciantes.

A professora Lilia Mariano, mestra em teologia e coordenadora do curso, destaca que este empreendimento é uma resposta ao desafio de confrontar paradigmas teológicos conservadores, herdeiros da interpretação bíblica clássica, com um sistema mais crítico de investigação bíblica proposto por teólogos biblistas ecumênicos.

Mariano tem trabalhado com teólogos ecumênicos na construção de pautas de interpretação em diálogo com a realidade latino-americana, buscando respostas aos conflitos de gênero e etnia provocados pela leitura fundamentalista. Alunos têm demonstrado o desejo de romper as amarras do dogmatismo, num caminho que não os deixe sem fé, mas mantenha a tensão entre ciência e teologia, fé e razão.

A exegese é a ciência da investigação crítica e minuciosa de um texto, explica a professora, que o investiga em termos históricos, lingüísticos e estilísticos, buscando entender o contexto que favoreceu seu surgimento, autor, público receptor e qual a história política, econômica, sociológica e religiosas dessas pessoas.

Lilia lembrou que a Reforma Protestante desencadeada por Lutero, ao investigar o texto bíblico, entendeu que a Bíblia é também um manual de ética e civilidade. Seu conteúdo sapiencial, tratado com a devida seriedade, foi direcionado para combater o abuso do poder na Igreja.

O curso abarca disciplinas de línguas, hebraico e grego, cadeiras específicas de método exegético e práxis de exegese do Antigo e do Novo Testamento, algumas com enfoque mais histórico-crítico e outras com enfoque mais hermenêutico, a partir de um método que dialoga com a linguística, a filosofia, a fenomenologia e a práxis de interpretação bíblica contextualizada, explica.

A execução desta proposta na Baixada Fluminense tem um significado especial para a teóloga. As igrejas convidam para cursos e estudos em seus ambientes, mostrando-se interessadas na abordagem, mesmo com públicos mais conservadores e de traço pentencostal, que buscam uma teologia bíblica crítica para a vida da igreja, simultaneamente comprometida com a fé e com a essência libertadora do evangelho, sem a negação ou ridicularização da fé.

O público cristão da Baixada Fluminense, tanto evangélico quanto dos círculos bíblicos católicos, tem se desenvolvido e criado forte demanda nesta região. Segundo a coordenadora, a Pós em Exegese oferece um caminho mais rápido e barato para um aluno que sai do bacharelado e quer continuar estudos em Bíblia, mas não tem tempo nem dinheiro para encarar uma pós-graduação stricto sensu com dedicação de tempo integral, podendo encurtar o caminho do biblista em potencial.
 
Fonte FG News
 
  
 
 
Voltar