Home Mail Cadastre-se Contato
Tenha cuidado! Ela está viva!
Infelizmente a noiva de Cristo tem negligenciado esta luz pa...
Dou graças ao meu Deus por ter nos deixado a Bíblia. Lâmpada...

Primeiro, a Bíblia está viva em si mesma. Vive em perene vigor. Em qualquer geração e idade, toda pessoa que lê a Bíblia encontra vida e vigor. Esta tem sido minha própria experiência.
Alguns anos atrás, pensava que, se lesse um livro da Bíblia todos os dias, por trinta dias seguidos, conheceria muito bem o conteúdo daquele livro. Comecei com 1 João e depois li Colossenses. Mas, no fim dos trinta dias, descobri que ainda havia coisas que eu não sabia a respeito de cada um destes livros. Assim, resolvi continuar por mais um mês. Sabe de uma coisa? Estes livros ainda contêm mistérios que nem mesmo penetrei. Cada vez que os leio fico deslumbrado!
Outra razão pela qual dizemos que a Bíblia vive é a sua atualidade. Você já folheou seus velhos livros de escola? A maioria está desatualizada. A ciência continua a fazer novas descobertas e novos livros são produzidos. No entanto, a Bíblia jamais se desatualiza.
Outra forma pela qual a Bíblia vive é que ela discerne os corações; ela possui uma surpreendente capacidade de perscrutar os nossos corações. Algumas vezes, ao ler a Bíblia, quase morro de vergonha. A Bíblia é uma espada afiada de dois gumes que discerne os pensamentos e os propósitos do coração (Hebreus 4: 12). Revela exatamente aquilo que sou. É por isso que pessoas que desejam fazer coisas más não a lêem. Ela revela o que há em seus corações. Estas são algumas das razões pelas quais dizemos que a Palavra de Deus é viva em si mesma.
Segundo, a Bíblia transmite vida. Não apenas contém, mas transmite vida. O maior poder de qualquer organismo vivo é a capacidade de se reproduzir. Os nossos pensamentos e palavras são incapazes disso. Poderíamos pregar o dia todo sem produzirmos vida espiritual em qualquer pessoa. Mas a Palavra de Deus é viva e produz vida. Tiago 1: 18 nos diz: “Pois, segundo o seu querer, Ele nos gerou pela Palavra da Verdade”. É a Palavra de Deus que faz isso. O Espírito Santo utiliza-se da Palavra para realizar o novo nascimento. A única forma de se tornar filho de Deus é ser gerado pela Palavra, a semente da nova vida.
Terceiro, a Bíblia sustenta a vida espiritual. A vida exige alimento e a Palavra de Deus é esse alimento. Pedro afirmou: “Desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que por ele vos seja dado crescimento para a salvação”. (1 Pedro 2: 2).
Como você, quando bebezinho, não podia viver sem leite, assim deve desejar o alimento que o faça crescer espiritualmente. Afinal de contas, quando você recebeu a salvação, já provou que o “Senhor é bondoso” (v. 3). Será que você não continuará a sentir doçura ao alimentar-se da Palavra? Ou seja, se você já se despojou da carne e já percebeu que a Palavra de Deus pode vivificá-lo, sustê-lo e transformar sua vida, então, deseje-a ardentemente. Você já experimentou a Palavra; agora alimente-se dela.
Muitos cristãos não desejam ardentemente a Palavra. Como resultados, são fraquinhos, franzinos e desnutridos.
“Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração...”. (Jeremias 15: 16)
Alimente-se, cresça e produza os frutos que o Senhor lhe confia.
Que Deus continue nos abençoando.

Ariovaldo Leite Júnior
ari@salvos.com.br

24/10/08